terça-feira, 23 de maio de 2017

Petróleo fecha em alta, com expectativa positiva antes da reunião da Opep

O petróleo fechou em alta nesta terça-feira, 23, impulsionado pela expectativa de que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) chegará a um acordo para estender por mais tempo a iniciativa de corte na produção, o que deve ajudar a apoiar os preços.

O petróleo WTI para julho fechou em alta de 0,66%, a US$ 51,47 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex), e o Brent para julho avançou 0,52%, a US$ 54,15 o barril, na plataforma ICE.

Autoridades do setor, entre elas os ministros do Petróleo da Argélia e do Equador, sinalizaram que um acordo deve sair, na reunião da Opep da quinta-feira. O ministro argelino, Noureddine Boutarfa, sinalizou com a possibilidade de que o acordo seja estendido por nove meses, no mesmo patamar atual. Na avaliação dele, a Opep poderia inclusive estender seus cortes até o fim de 2018.

Já o ministro do Petróleo equatoriano, Carlos Pérez, disse que a maioria na Opep apoia a extensão da iniciativa por mais nove meses, mas ponderou que também será discutida a possibilidade de uma extensão de apenas seis meses.

O mercado monitorou também o plano do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de vender parte das reservas estratégicas da commodity, como parte de sua proposta orçamentária mais ampla.

O plano de vender parte das reservas americanas poderia minar o esforço da Opep. 

Fonte: Dow Jones Newswires.
Postar um comentário

CARF vs ITAÚ: Escândalo do “financismo”

por: Paulo Kliass Jornais e televisão "se esquecem" de noticiar um escândalo de R$ 25 bilhões na esfera do Ministério da Faze...