quarta-feira, 10 de maio de 2017

Parceria impulsiona novas tecnologias para aumentar a produtividade do pré-sal



Um acordo firmado entre o Instituto Nacional de Tecnologia (INT) e a Petrobras possibilitará o desenvolvimento de uma tecnologia para expandir a produtividade do Pré-sal. No valor de R$ 5,6 milhões, o projeto será desenvolvido pela Unidade Embrapii INT.
Segundo o coordenador de negócios do INT, Vicente Landim, este acordo com a Petrobras pode significar o início de uma série de projetos de desenvolvimento de soluções para a exploração de petróleo e gás na camada pré-sal no futuro.
"A Petrobras está retomando a execução de projetos de uma forma muito boa. Essa parceria faz parte do nosso plano de ação no âmbito da Embrapii, e esperamos que seja o primeiro de muitos com a Petrobras. Ele traz um valor significativo para o INT, pois é um reconhecimento às nossas competências", afirmou Landim.
Tecnologia
O acordo prevê o desenvolvimento de metodologias de corrosão com base em técnicas de estimulação ácida, que aumenta a permeabilidade do fundo oceânico com o uso de substâncias ácidas ao redor do poço, esse método amplia a capacidade de extração do óleo.
Dessa maneira, o petróleo e o gás são retirados da rocha com maior facilidade e são canalizados para as plataformas de exploração.
A Unidade Embrapii INT atua na área de tecnologia química industrial, incluindo o desenvolvimento de processos químicos e físico-químicos, além do desenvolvimento de tecnologia química orgânica e inorgânica.
Fonte: Portos e Navios
Postar um comentário

Pena contra trabalho escravo deve ser maior, defende Raquel Dodge

Procuradora-geral falou na abertura de um seminário, em Brasília, sobre a sentença da Corte Interamericana de Direitos Humanos, que em deze...