quarta-feira, 24 de maio de 2017

Mãe é condenada a pena maior que réus da Lava-Jato por roubar chocolate

Uma mulher presa por roubar ovos de Páscoa em um supermercado em 2015 pode ser solta em breve. É que a Defensoria Pública de São Paulo entrou com uma ação no Superior Tribunal de Justiça (STJ) solicitando anulação da sentença.

De acordo com a colunista Mônica Bérgamo, da Folha de S. Paulo, a pena determinada para o crime cometido foi de três anos e dois meses, em regime fechado. Na época, ela estava grávida.
Ainda segundo a jornalista, a sentença chega a ser maior do que a dos réus da Lava Jato. É o caso do executivo João Procópio Junqueira, que teve sentença determinada em apenas dois anos e seis meses de prisão por lavagem de dinheiro.
Postar um comentário

Pena contra trabalho escravo deve ser maior, defende Raquel Dodge

Procuradora-geral falou na abertura de um seminário, em Brasília, sobre a sentença da Corte Interamericana de Direitos Humanos, que em deze...