quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Michel Temer afirma que afastará ministros se forem denunciados na Lava Jato

É um fanfarrão. Acabou de proteger o Moreira Franco.

O presidente Michel Temer afirmou hoje (13), em declaração à imprensa, que, se houver algum ministro do governo citado em denúncias, ele será afastado provisoriamente do cargo.

Temer fez a afirmação em um momento em que o Supremo Tribunal Federal (STF) decide a situação de Moreira Franco, que foi nomeado ministro. Mas a oposição afirma que a nomeação serviu para blindar Moreira, que é citado em delações da Operação Lava Jato. 

Temer disse hoje que não vai blindar ninguém, mas que não aceita que a simples menção de um possível inquérito seja motivo para incriminar em definitivo alguém e afastar o ministro. 
Postar um comentário

CARF vs ITAÚ: Escândalo do “financismo”

por: Paulo Kliass Jornais e televisão "se esquecem" de noticiar um escândalo de R$ 25 bilhões na esfera do Ministério da Faze...