terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Consumo de gás natural canalizado em 2016 cai 16,2% em SP

Este foi o terceiro ano consecutivo com queda no volume de gás canalizado consumido


O consumo de gás natural canalizado em 2016 caiu 16,2% no Estado de São Paulo, para 5,03 bilhões de metros cúbicos (m3) ante 6 bilhões de m3 em 2015. Os principais motivos foram o desligamento de termoelétricas e baixa atividade industrial, conforme a Secretaria Estadual de Energia e Mineração, que destaca ser este o terceiro ano consecutivo com queda no volume de gás canalizado consumido.
"Com a volta do período chuvoso e os reservatórios cheios novamente, as hidrelétricas passaram a funcionar normalmente fazendo com que as termoelétricas fossem desligadas. Isso representou uma diminuição de 676 mil m3 de gás em 2016", diz o secretário de Energia e Mineração do Estado de São Paulo, João Carlos Meirelles, por meio de nota.
A indústria utilizou 3,8 bilhões de m3, 7,5% menos que em 2015, o que, nas palavras do secretário, "reflete exatamente a desaceleração da economia nacional em 2016". Por outro lado, houve expansão no setor residencial, de 15,4% sobre o ano anterior, assim como no comércio, de 5,6%.
Somente no mês de dezembro de 2016, o consumo de gás no Estado caiu 6,3% sobre o mesmo mês do ano anterior. No caso do Gás Natural Veicular, houve alta de 14,7% no consumo em dezembro ante igual período de 2015, mas o volume encerrou o ano com variação positiva, de 0,4%.

Postar um comentário

Indenização por morte em acidente de trabalho

Confira os 2 tipos de indenização a que têm direito os parentes de funcionário que morre após acidente de trabalho. A indenização por dan...