quinta-feira, 6 de junho de 2013

Comperj terá novo atraso e fica para 2016

A presidente da Petrobras, Graça Foster, anunciou nesta quarta-feira que a entrada em funcionamento do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj) terá um novo atraso. Segundo ela, as operações só devem começar em agosto de 2016 — o prazo anterior era abril de 2015.

A presidente da estatal atribui o atraso a problemas no projeto original, que teve de ser alterado. Houve atrasos também no recebimento de equipamentos, por causa de dificuldade na obtenção de licenças ambientais para transportá-los.


Fonte: O Globo (06 de Junho de 2013)
Postar um comentário

CARF vs ITAÚ: Escândalo do “financismo”

por: Paulo Kliass Jornais e televisão "se esquecem" de noticiar um escândalo de R$ 25 bilhões na esfera do Ministério da Faze...