sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Leilão do pré-sal está mantido e governo emitirá nota para explicar espionagem

DE BRASÍLIA - O ministro Edison Lobão (Minas e Energia) disse que está mantido para outubro o leilão do pré-sal, apesar das recentes denúncias de que a Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês) teria espionado documentos da Petrobras.

"Eu não tenho nada a declarar. Quem vai tratar desse assunto é a presidente da República e o Itamaraty", disse.

Leilão faz Petrobras buscar acerto com China
Vencedor do primeiro leilão do pré-sal terá de pagar R$ 15 bi à União

O ministro evitou comentar se considera o episódio grave.

"A Petrobras vai emitir uma nota ainda hoje [sobre o assunto]", explicou o ministro. "Tudo está mantido conforme estava programado".

NOTA

A presidente Dilma Rousseff também comentou o caso, destacando que vai soltar uma nota ainda hoje, "que será muito satisfatória".

Ontem, reportagem do programa Fantástico, da TV Globo, informou que novos documentos, classificados como 'secretos' vazaram e indicaram que a estatal também foi espionada.

Os documentos seriam de maio de 2012. A reportagem destacou que não há informações sobre a extensão da espionagem, mas que estavam na rede informações estratégicas associadas a negócios que envolvem bilhões de reais, como o leilão, marcado para outubro, que é da exploração do Campo de Libra, na Bacia de Santos, parte do pré-sal.

(Fonte: Folha de São Paulo/Julia Borba, Natuza Nery, Tai Nalon e Flávia Foreque) 11/9
Postar um comentário

Pena contra trabalho escravo deve ser maior, defende Raquel Dodge

Procuradora-geral falou na abertura de um seminário, em Brasília, sobre a sentença da Corte Interamericana de Direitos Humanos, que em deze...