sábado, 4 de junho de 2011

P-56 produzirá 100 mil barris por dia

A Petrobras batiza hoje, em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, a plataforma P-56, construída no estaleiro BrasFELS. A cerimômia contará com a presença da presidente da República, Dilma Rousseff, e do presidente da estatal, José Sergio Gabrielli. Com capacidade para processar 100 mil barris de petróleo e comprimir 6 milhões de m³ de gás por dia, a P-56 operará no Módulo 3 de desenvolvimento do Campo de Marlim Sul, localizado na Bacia de Campos. A plataforma é uma unidade do tipo semissubmersível e ficará ancorada em local onde a profundidade é de 1.670 metros, interligada a 21 poços, dos quais 10 serão produtores de petróleo e 11 injetores de água. A estrutura tem 125 metros de comprimento por 110 de largura e 107 m de altura, vida útil de 25 anos e acomoda 200 pessoas.



Idêntica à plataforma P-51, a nova unidade de produção integra o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e é considerada, pela Petrobras, um marco na indústria naval brasileira, uma vez que alcançou o conteúdo nacional de 72,9% relativo ao topside (módulos integrados), e teve seu casco totalmente construído no Brasil. Para construí-la foram investidos aproximadamente US$ 1,5 bilhão e gerados 4 mil empregos diretos e 12 mil indiretos no país. A partir de junho, a plataforma terá sua construção finalizada e passará pela etapa de testes e ajustes finais na Baía de Ilha Grande, em Angra dos Reis. Em seguida, a P-56 será rebocada até a Bacia de Campos para ancoragem e interligação de poços. O início da produção no Campo de Marlim Sul está previsto para agosto.
Postar um comentário

Funcionário da JBS morre após cair em máquina de processamento de aves

A JBS informou que o acidente aconteceu durante a higienização de um dos equipamentos da fábrica O funcionário da JBS, José Eudes Ferrei...